A pele reflete a nossa saúde do corpo e da mente

Você já escutou essa frase: “a sua pele está ótima, então você deve estar muito feliz”? Pois é, nossa pele sendo o maior órgão do nosso corpo pode demonstrar o quanto nosso corpo e mente estão saudáveis ou doentes.

Tem pessoas que sempre somatizam na pele: micose, dermatite seborreica, pele oleosa, queda de cabelo, dermatite atópica, etc. Elas sabem que sempre que ficam mais estressadas, terão exacerbações na pele. Por outro lado, há outras pessoas que sempre terão exteriorização em outros órgãos, como enxaqueca, labirintite, asma, bruxismo, etc.

A pele pode tanto ser foco de alguma doença primária (começou na pele mesmo) ou secundária (começou em outro órgão mas deu sintomas também na pele). De qualquer forma precisamos fazer uma investigação ampla, com exame físico, anamnese e exames de sangue ou de imagem para entender todo o contexto, por isso que precisa ser médico para ser Dermatologista.
Alterações hormonais, renais, problemas de coagulação, infecções, doenças imunológicas, estresse, etc , podem dar sintomas na pele.

E mais ainda, temos as doenças da mente (como o estresse) como gatilhos ou fatores causais para dar esses sintomas na pele e portanto não adianta apenas tratar a pele com uma pomada, pois a causa não terá sido resolvida.

Seus sintomas podem ser coceira, pele seca, bolinhas vermelhas, acne ou oleosidade, pintas, alergias, eczema, dermatites, queda de cabelo, câncer, enfim, tudo isso deve ser examinado vendo o paciente como um todo. 

Deve-se também levar em consideração fatores genéticos e também ambientais como alimentação, exposição excessiva ao sol, estresse, doenças prévias, medicações, tabagismo, sedentarismo, etc.

Sendo assim, sempre procure seu Dermatologista de confiança quando aparecerem sintomas ou para seguimento de pintas e lesões crônicas na sua pele. Ele será seu médico que tratará de doenças de pele, unha e cabelo e poderá também fazer os procedimentos estéticos. 

Dra Gisele Siqueira
Médica Dermatologista – USP
CRM SP 116.046 RQE 66865
Instagram: @dragiseledermatologista
Youtube: @dragiseledermatologista
Whatsapp consultório (São Paulo – Capital): 11 94980-2988
Consultas online ou presencial e procedimentos estéticos

Skin Care – Cuidados Diários com a pele

Veja algumas dicas da Dra. Gisele Siqueira, médica dermatologista e colaboradora de bem-estar da Idivorciei.

Cuidados muito simples, mas necessários: sabonete a noite, creme da noite, dormir, sabonete de manhã, creme do dia e protetor solar. Fim.

Noite / Hora de dormir

Lavar o rosto com sabonete:
Se pele oleosa: pode ser sabonete mais secativo, com ativos como ácido salicílico e ácido glicólico. Mas atenção para a pele não ressecar demais.
Se pele seca (sabonetes com menos sabão): preferir sabonete mais hidratantes, para “pele seca”, para “pele sensível”, sabonete “syndet”.

Aplicar o creme da noite:
Preferencialmente que tenha ativos como estimuladores de colágeno, clareadores, hidratantes, anti acne e etc. O mais importante é que essa é a hora para usar os ácidos:  retinol, ácido retinóico / tretinoína, adapaleno, ácido glicólico, ácido mandélico, ácido salicílico, etc.

Manhã / Ao acordar

Lavar o rosto com sabonete

Aplicar o creme da manhã:
Nesse momento não dá para usar alguns ácidos (eles são apenas de uso noturno)
Mesmo pele oleosa precisa de hidratação. Ex: ácido hialurônico, ceramidas, aquaporinas, etc.
Se você tem manchas, precisa de um clareador. Ex: alfa arbutin, ácido tranexâmico, ácido kójico, ácido fítico, etc.
Se você se preocupa com a sua pele, apostar nos anti rugas, anti oxidantes e estimuladores de colágeno. Ex: ácido ferúlico, vitamina E, vitamina C, niacinamida, LHA, peptídeos, etc.

Aplicar protetor solar:
Mesmo que esteja nublado ou que você esteja em home office precisará usar ao menos 1 x ao dia. Então se você sai de casa ou vai almoçar fora, terá que reaplicar mais vezes.
Se você use base líquida: substitua pelo protetor solar com cor.
Protetor solar com cor protege mais contra manchas do que o sem cor.
Prefira protetor solar mais leve e procure na embalagem: para “pele oleosa”, “não comedogênico”, “não dá espinhas”.
Se pele muito oleosa saiba que existe os protetores solares em pó (tem que ser de marca de protetor solar, e não de maquiagem): são mais ainda mais secos e tem efeito camuflagem.
Proteção solar de maquiagem não protege bem, então mesmo assim aplicar o protetor solar por cima.

Os cremes podem ser prontos (dermocosméticos), que são aqueles que ficam na farmácia e não precisam de receita médica. Eles tem quantidade máxima de princípio ativo e por isso podem ser menos eficazes.
E podem ser cremes com prescrição médica ou manipulados, que podem ter ativos mais potentes e em dosagens mais elevadas.

Rotina bem otimizada para quem não tem tempo a perder para ser feliz!

Para uma prescrição específica para você, procure um médico dermatologista.

Dra Gisele Siqueira
Médica Dermatologista – USP
CRM SP 116.046 RQE 66865
Instagram: @dragiseledermatologista
Youtube: @dragiseledermatologista
Whatsapp consultório (São Paulo – Capital): 11 94980-2988
Consultas online ou presencial e procedimentos estéticos