idivorciei_pandemia

Novo recorde de divórcios no Brasil

O levantamento do Colégio Notarial do Brasil, entidade que representa mais de 9 mil notários do país e congrega os tabeliães de notas e de protestos em cada Estado, mostra que foram registrados mais de 77 mil  divórcios consensuais (amigáveis) no ano passado, o que representa um aumento de 266 casos em relação ao primeiro ano da pandemia de Covid-19. O número de separações é o maior da da história, mesmo parecendo um pequeno aumento, iniciada em 2007. Há dois anos, antes da pandemia, 75 mil casais oficializaram a separação e, agora, a quarentena é apontada como uma das principais causas para os divórcios. Ubiratan Guimarães, diretor do Colégio Notarial do Brasil, explica que desde 2007 tornou-se possível se separar nos cartórios e em 2020 a tecnologia agilizou o processo. “Esse aumento se deve, em partes, pela facilidade que pode fazer os divórcios em cartórios de notas e pelo meio virtual. Você não precisa se deslocar até o cartório para fazer o divórcio”, afirmou. Para fazer a separação em cartórios, no entanto, há algumas exigências: não pode haver nenhuma discussão com relação aos direitos dos filhos menores de idade, por exemplo.

Nós da Idivorcie, acreditamos que o fim do ciclo das relações podem sim ser de forma amigável, o que gera menos traumas posteriores para o ex casal e os filhos.

Idivorciei lança Programa Virando a Página para ampliar ajuda a divorciados

Programa vai oferecer gratuitamente serviços de beleza e bem-estar, além de decoração e organização do lar

Devido ao sucesso da Idivorciei, plataforma que reúne soluções e serviços para facilitar a vida daqueles que enfrentam o processo de separação, os empresários Calila Matos e Luís Carlos Tardelli estão lançando o Programa Virando a Página, a primeira websérie destinada exclusivamente a divorciados ou separados, que estará disponível no Youtube.

O objetivo é ampliar ainda mais o escopo de atendimento a esse público, que já conta com o apoio, nas plataformas digitais da Idivorciei, de mais de cinquenta especialistas nas áreas de saúde emocional, assessoria financeira, soluções jurídicas, bem estar, carreira profissional, entre outras. 

Programa Virando a Página vai oferecer ao público “divor” (divorciada/o) serviços de beleza e bem-estar, além de projetos de decoração e organização de ambientes; tudo gratuitamente, graças à parcerias com patrocinadores e apoiadores. Para quem quer participar e ter acesso aos benefícios, basta acessar o site: Programa Virando a Página – idivorcieie clicar em “Quero recomeçar”, que automaticamente abrirá o cadastro via Whatsapp. Depois, é só contar como foi – ou está sendo – o processo de separação/divórcio, por meio dessa inscrição. 

As pessoas serão selecionadas após análise das histórias recebidas. Os escolhidos para fazer parte do Programa terão então, à disposição, vários “afagos”. Um carro com motorista vai levá-los à clínicas e salões de beleza, onde passarão por transformações no visual; além de consultas com especialistas em saúde e bem-estar. Mas não é só. A transformação ocorrerá também no lar. Uma equipe formada por decoradores e personal organizers vai repaginar um ambiente da casa escolhido pelo participante para que ele se sinta, realmente, virando uma página de sua vida.

“Nossa proposta é dar todo o apoio possível, por dentro e por fora,  àqueles que estão enfrentando situações difíceis na vida pessoal em razão da separação. Para isso, contamos com uma rede de parceiros “do bem”. Desde o final de 2020, por meio da Idivorciei, disponibilizamos conteúdo qualificado nas áreas de saúde emocional, jurídica, viagens, assessoria financeira, entre outras, para nortear esse momento. Decidimos agora ir além, conscientizar as pessoas sobre términos e recomeços saudáveis, a fim de proporcionar também momentos de satisfação pessoal e aconchego no lar, com o Programa Virando a Página. Queremos levantar a autoestima dessas pessoas, tão necessária nessa fase difícil do pós-divórcio”, conta Calila Matos, fundadora da Idivorciei, que é divorciada, mãe solo, empreendedora social e escritora.

Os números comprovam o aumento recorde de casos de divórcio no Brasil durante a pandemia. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o índice de divórcios no país cresceu 75% em cinco anos, mas em meados de 2020 saltou para 7,4 mil apenas no mês de julho, um aumento de 260% em relação à média de meses anteriores.

Inscrições:

Programa Virando a Página – idivorciei

Youtube: idivorciei 

Instagram: @idivorciei

Facebook: idivorciei

Acesse o primeiro episódio: 

Por: Ex Libris – Uma agência full service que atua de forma integrada em todas as áreas da comunicaçãos.com.br

Os 4 segredos da saúde de ferro no seu recomeço

Um corpo saudável não surge do nada. Não aparece do dia para a noite e não é ganho através de atalhos e comprimidos. Um corpo saudável se conquista através de esforço e dedicação e é essencial para que seu recomeço seja o melhor possível. Dedicação a você, a sua saúde, à qualidade de vida e à autoestima. 

Seguem as 4 dicas mais importantes para conquistar hoje a sua saúde e um corpo forte no futuro.

1- Alimentação saudável. Não precisa de “receita mágica”, “fechar a boca”, “dieta da moda” ou proibir qualquer tipo de alimento. Nenhum alimento isolado engorda ou emagrece. Consulte um nutricionista e sua alimentação para o peso desejado. Fazendo isso de hoje em diante, sem pressa ou neuroses, seu corpo e sua saúde vão chegar ao objetivo. Se mantenha no planejamento e vai funcionar.


2 – Beba água. Água em quantidade adequada é essencial para tudo no nosso corpo. Mantém a pele hidratada e tonificada, cabelos e unhas bonitos, rins saudáveis, pressão ajustada, intestino regular e evita retenção de líquido. Quanto menos água você beber, mais seu corpo vai reter (se tem pouca água os rins retém para não faltar).


3 – Boas noites de sono. O sono reparador é essencial para a saúde. No sono nosso corpo se recupera de lesões, equilibra hormônios, armazena memórias, relaxa os músculos, repõe energia e nos prepara para mais um dia de trabalho, estudo, lazer ou cuidados com a família. Sem sono de boa qualidade nada funciona como deveria.


4 – Atividade física. Exercícios melhoram sua disposição, preparam o seu corpo para aguentar as dificuldades do dia a dia, te acostumam ao desconforto e mostram que o tempo e a dedicação são capazes de criar uma nova pessoa onde parecia não haver mais esperança de saúde e qualidade de vida. É essencial para uma velhice saudável.


Esperava dicas estranhas, macetes, truques ou conselhos diferentões?? Pois é, o que funciona no nosso corpo é o básico, o simples e o longo prazo. Entenda isso e o seu “eu futuro” vai agradecer o que você começou hoje.


Compartilhe com seus amigos apressados que querem atalhos e resultados rápidos. Juntos somos mais fortes. 

Por: Leandro Franco

Cardiologista CRM 129128

Acompanhe Dr. Leandro Franco: (@drleandrofranco) 

A difícil escolha do padrasto ideal para nossos filhos e a conquista de uma boa convivência

Ser um bom padrasto não é uma tarefa fácil, assim como também não é fácil encontrar alguém que esteja disposto a se relacionar com outro alguém que já tenha filhos.

Esta aí um grande dilema: a busca pela boa convivência entre o padrasto e seus enteados. O relacionamento entre pessoas deve vir para somar, não para separá-las ou para impor ideias conflituosas.

Casos de agressões, estupro e homicídio são cada vez mais noticiados no mundo todo, surgindo um crescente medo em decidir por inserir alguém novo na vida dos filhos.

Além disso, atualmente, lidamos com a necessidade em aprender novas formas de nos conectarmos com a sociedade.

A pandemia fez com que o número de usuários de sites de relacionamentos aumentasse consideravelmente, e com isso, pessoas estão se relacionando com outras pessoas sem saber se o que está sendo mostrado do outro lado é real ou virtual.

Diante disso, mulheres estão investigando as fichas criminais de homens antes de começar relacionamentos, pois muitas das vezes, a mulher, principalmente, se encanta com a beleza física, com as palavras doces e perde a racionalidade para avaliar a situação em que está envolvida.

É claro que o risco nunca será nulo, por isso, toda cautela é fundamental para não colocar os filhos e a si própria em perigo.

É importante que a honestidade prevaleça, ou seja, jamais omitir o fato de ter filhos para o parceiro. Consequentemente, observar as falas, comportamentos e pensamentos do pretendente, e ir com muita calma, analisando o perfil do amado. Nada de deixar, logo no início, os filhos sozinhos com o pretendente, por exemplo.

Em contrapartida, ir preparando a cabecinha dos filhos para o recomeço da vida amorosa da mãe, que, antes de ser mãe, é uma mulher com sonhos, anseios e desejos, porém, deixar visível que a prioridade sempre serão eles.

Os ciúmes irão surgir de ambas as partes, mas sabendo conciliar o tempo de qualidade com cada um, a boa convivência poderá surgir.

Fundamental saber colocar cada um no seu lugar também é válido, apesar de não ser tão fácil. Geralmente os filhos estão carentes devido a uma separação recente, e o parceiro carente de uma atenção natural do início de qualquer relacionamento.

Contudo, nada que uma boa conversa com maturidade e respeito não evolua para um bom convívio. Afinal, o amor, entre tantas exigências, também é se disponibilizar de paciência com o tempo e a história de cada um.

Apesar de haver inúmeras hipóteses de dificuldades em um recomeço, a transparência deve ser primordial para não deixar dúvidas quanto ao afeto existente entre os envolvidos.

Estar aberto ao diálogo, saber definir horários de convivência com o filho e com o parceiro, inserir atividades onde todos possam participar, facilitam a interação, além de aprimorar as informações entre eles, lembrando sempre, que o tempo de cada pessoa deve e precisa ser respeitado.

Pela natureza, a mulher vem primeiro do que a mãe, mas ao se tornar mãe, torna-se também, eternamente, responsável por cada vida gerada.

Feliz Recomeço!

Por, 

Renata Lemos

OAB/ES 24437

Advogada da Mulher

Acompanhe Renata Lemos pelo Instagram: https://www.instagram.com/renatalemos.adv

Dicas para comprar a casa própria

O que levar em conta para escolher o seu imóvel?

Tamanho: Depende de quantas pessoas vão morar no imóvel e quais as necessidades.


Características: Entenda a sua necessidade e defina o que procurar: apartamento ou casa, sol da manhã ou da tarde, de frente ou do fundo, se precisa de mais espaço interno ou externo, quantas vagas de garagem precisa, se precisa ou não de áreas de lazer …


Localização: Avalie o local, o entorno de seu imóvel se há infraestrutura de transporte, comércios, escolas, supermercados, farmácias …E faça uma projeção pelos próximos 5 anos se você se vê morando ali com a infraestrutura do local, isso vai te ajudar a diminuir a emoção do momento da compra onde acabamos fazendo algumas considerações pela emoção e que depois podem acabar se transformando em incômodo.


Condições do Imóvel

Usado: Verifique as condições de conservação do imóvel, quantos anos de construção, se apresenta rachaduras, as instalações elétricas, hidráulicas , infiltrações , se precisa de grande reforma ou apenas reparos…Consulte se os impostos do imóvel estão em dia.


Novo: Verifique a reputação da construtora antes da compra, busque seu histórico no mercado, obras entregues, entenda a condição financeira que se encontra, visite outras obras entregues pela construtora para que possa ver o padrão de construção, material e acabamento que é utilizado para que possa ter noção do que comprará. Consulte se os impostos do imóvel estão em dia.


Documentos: Verifique a documentação do imóvel para que possa fazer a compra com segurança, peça certidões, registro e os documentos legais, para que possa saber se está desembaraçado ou se há situações que possam dificultar ou até mesmo inviabilizar a sua compra.


Condomínio: Verifique se o condomínio tem dívidas, se é bem cuidado e tente fazer uma pesquisa com os moradores para entender como são as regras, como é a gestão do condomínio, e outros fatores que são importantes para a sua necessidade. Consulte o valor cobrado pelo condomínio antes de efetivar a compra para não ter uma surpresa desagradável quando receber a cobrança do condomínio.


Custos: Na compra de um imóvel incide o Imposto Sobre Transmissão de Bens Intervivos (ITBI) pago diretamente para a prefeitura e o registro do imóvel no cartório de Registro de Imóveis. Fique atento para ter esses valores já reservados para não ser pego de surpresa.

Por: Simone Alvarez – Assessora de Crédito Imobiliário

atendimento@sahome.com.br

SA HOME ASSESSORIA (@sahomeassessoria) • Fotos e vídeos do Instagram

O sofrimento transformado em empreendedorismo e solidariedade

*Calila Matos

Estou divorciada há quatro anos, foi muito duro o período da separação. Recordo que na época em que me divorciei tive assessoria jurídica e procurei por ajuda psicológica, pois o sofrimento era gigantesco. Muitas dúvidas, filho pequeno, como recomeçar? Hoje, me sinto privilegiada por ter conseguido apoio, enquanto muitos não têm.

O divórcio não é apenas um papel assinado. Vai muito além.

As pessoas que cercam um recém-divorciado não as apoiam por muito tempo, pois a sensação de luto é muito particular, varia para cada um; afinal, ninguém morreu. No entanto, é preciso considerar que uma vida passada morreu, uma rotina, um investimento, um mundo particular.

A performance no trabalho cai e o choro às escondidas é inevitável. Por dentro, no entanto, eu estava quebrantada. Quando nos damos conta, estamos calados, com sorrisos forçados para conseguir conviver com uma máscara social.

O recomeço aconteceu aos poucos. Mudança de casa, nova escola para a criança, novas roupas. E, assim, eu me redescobri em uma mistura de medo com surpresas. Nos detalhes, via que poderia me reerguer sem ele, sem meu velho eu. 

Muitas decisões foram tomadas, iniciando com um pedaço de papel, no qual escrevi o que eu tinha vontade de fazer, sem julgamentos, sendo sincera comigo mesma. E lá ia eu, colocar em prática tudo o que não conseguia fazer enquanto casada, e foram muitas coisas! Iniciar uma atividade física, retomar as aulas de inglês, me voluntariar em uma ONG, reencontrar amigos da faculdade, ficar com meus irmãos, dançar com meu filho na sala sem qualquer recriminação de olhares.

Voltei a me olhar no espelho e, aos poucos, minha autoestima foi sendo reconstruída, meses a fio jogando fora todo lixo emocional que carreguei por anos.

Descobri que poderia ter sido diferente, mas precisei passar por muita dor emocional e aprender a olhar o próximo. Quantos passam por isso sem qualquer apoio, com a sensação infinita de solidão e muitas culpas?

Foi aí que decidi criar o Idivorciei, plataforma que oferece um hub de serviços e orientações que ajudam a transformar a dor do término do casamento em uma experiência de superação. Quero ajudar as pessoas que passam por esse mesmo processo de dor e conflitos a dar a volta por cima.

Da dor ao amor, me sinto hoje preparada para amarrar pontas entre muitos profissionais que são fundamentais nessa fase de separação; fortalecendo os planos de abrigar e orientar pessoas divorciadas e seus filhos. 

Que nossa cadeia de infinitas dúvidas entre o que é certo e errado, do amor e do ódio, seja revista para que possamos viver melhor, conosco e com o próximo.

Meu divórcio foi necessário. Sem ele, não saberia o que é ser feliz hoje.

*Calila Matos é empresária, especialista em marketing, gestora comercial e voluntária em projetos sociais.