Feliz Dia do Divórcio!

06 de janeiro foi escolhido para comemorar a data porque é no início do ano que aumenta a procura pela abertura de processos de divórcio.

Quem foi que disse que somente quem está in love pode comemorar o Dia dos Namorados, em 12 de junho? Depois de um relacionamento que não deu certo, os divorciados também já podem celebrar a vida nova em uma data especial; e, não por acaso, logo no comecinho do novo ano. 06 de janeiro é o Dia do Divórcio!

A data, criada por advogados, marca exatamente o período em que, segundo o periódico britânico “The Independent“, os escritórios de advocacia registram maior procura pela abertura de processos de divórcio. O mês de janeiro não é só o início de um novo ano, mas também, simbolicamente, de ‘virada de página’, de um novo calendário também na vida das pessoas.

Em 2019, a Relate, uma organização britânica de apoio a relacionamentos, notou que nos três primeiros dias úteis de janeiro, aumentaram em 84% as visitas ao site da entidade, em comparação aos números de 2018.

No Brasil, os números de pedidos de divórcio também crescem no início do ano. Mas em 2020, um ano atípico, a pandemia ajudou a acelerar o processo em muitos casais. Somente entre os casos de divórcio consensual, houve um aumento de 54% entre maio e julho.

“Muitos casamentos que já estão em crise terminam quando os casais são obrigados a passar mais tempo juntos, como vem ocorrendo agora com a pandemia. Em outros anos, o mês de janeiro seria o ideal para concretizar o desejo da separação porque, além da máxima “ano novo, vida nova”, para muitas pessoas não seria conveniente dar a notícia em dezembro e ‘azedar o clima’ nas festas de Natal e Réveillon entre amigos e parentes”, diz a advogada Tamina Brandão, colaboradora do site Idivorciei e especialista em divórcio.

No Brasil, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), um em cada três casamentos terminam em divórcio. E para ajudar as pessoas que se separam e enfrentam esta fase tão delicada, acaba de ser lançado o Idivorciei, hub de serviços e soluções que conta com a orientação de especialistas em dez áreas prioritárias: saúde emocional, assessoria financeira, assessoria jurídica, carreira profissional, cursos, moradia, bem-estar, viagens, compras e relacionamentos.

Por: Cristina Freitas

www. libris.com.br

Dicas para quem busca um novo amor

É uma honra ter sido convidado para ser parceiro do Idivorciei, o que aceitei prontamente, com orgulho e responsabilidade. 

Idealizei o Coroa Metade há oito anos, depois de ir a uma festa de amigos que não se encontravam há 30 anos e ver que 60% deles eram solteiros, viúvos ou, principalmente, divorciados.

Nas conversas com meus antigos colegas, ouvi muitas queixas do tipo: “Pô cara, companhia para uma noite eu encontro fácil. Mas uma companheira para a vida toda é tão difícil…” e “Faço academia, estou em forma, os homens olham para mim no shopping, em restaurantes…não tenho problema de encontrar um homem que passe um dia, uma semana ou um mês comigo, mas é tão complicado achar alguém que queria uma relação estável com uma mulher que vive com dois filhos. Companhia eu tenho; companheiro não…”

Muitas, talvez a maioria, das pessoas que frequentam o Coroa Metade e mesmo outros sites de relacionamento, acumularam tristezas na vida conjugal e em algum momento disseram para os outros ou para si mesmo que não iriam mais se casar.  Na primeira fase, essa postura é esperada e até fundamental. É importante dar um tempo para aparar as arestas e lamber as feridas. Mas de uma maneira geral as pessoas, após um certo tempo sozinhas querem encontrar alguém. A esperança de encontrar alguém que realmente seja compatível fala mais alto. Como diz o velho ditado, “o segundo casamento é o triunfo da esperança sobre a experiência”. Em quase oito anos, já são 87 casamentos realizados através do Coroa Metade. Isso sem contar as pessoas que se casaram e saíram do site sem avisar o motivo;

Nessa hora da procura é sempre importante ter cuidados, para não cair em arapucas, muitas delas do próprio coração. Recebo muitos pedidos de dicas dos usuários. Muitas delas, assim como histórias que vi e ouvi, compartilharei aqui nesse espaço.

A primeira dica considero importante é: “é possível ser feliz sem se casar novamente. É possível, sim, ser feliz sozinho, mas se você quer muito encontrar alguém, deixe que a carência afetiva faça com que você se desvie do que você procura no site ou fora dele”. É claro que o amor pode surpreender e não dá para ser completamente fechado em determinados perfis. Mas, por exemplo, se você não deseja, em hipótese alguma, namorar com uma pessoa que fume ou que more em outro estado, não gaste seu tempo conversando com pessoas com esse perfil ou, principalmente, marcando encontros, a não ser que sua busca seja por novos amigos. Como diretor do Coroa Metade, percebi que é uma balela aquela história de que as pessoas mais velhas sabem o que querem. Nunca sabemos realmente o que queremos! Mas uma das poucas vantagens da pessoa madura é ao menos saber o que não quer!

Na hora de procurar um novo amor, entre com o coração aberto e acredite que sempre é tempo para ser feliz. Mágoas e tristezas fazem parte da vida. Há milhões de pessoas em todo o mundo que se encontraram pela Internet e hoje são casadas e felizes. Há milhares de pessoas se separaram e encontram um novo amor em viagens, espaços de dança, clubes, apresentados por amigos e hoje são felizes. Entre na nova relação com 100% de peito aberto. Mas também ingresse, no site ou não, com a mente 100% atenta, observando todos os detalhes, lembrando de tudo o que você sonha e busca. Não há contradição alguma entre o sentir e o pensar, entre a paixão e a razão…

Entre as muitas perguntas que recebo dos usuários e usuárias do site, talvez a mais recorrente seja: “Como devo fazer para ter um perfil mais interessante no site?”

A minha resposta serve, acredito, para o site, mas também para quem nunca entrou nem entrará em sites de relacionamento: uma das melhores formas para conhecer alguém é se tornar uma pessoa cada vez melhor. Leia bons livros, assista a bons filmes, acompanhe as notícias do Brasil e do mundo através de portais, jornais, revistas e bons programas de rádio e televisão, conviva com pessoas boas, que tenham o que dizer e que, mais que palavras, tenham atitude e se preocupem com os outros. Faças esportes e procure ter uma vida saudável, com tempo para vocês mesmo(a). Se você for uma pessoa vazia, se interessará por gente sem conteúdo e será interessante para gente sem conteúdo também. Se você for uma pessoa mais completa, terá mais chances de se interessar por pessoas com conteúdo e de atrair quem é realmente legal.

Por: Airton Gontow

Instagram: https://www.instagram.com/coroametade/

Site: https://www.coroametade.com.br/

Facebook: https://www.facebook.com/SiteCoroaMetade/